{SCTwitterShare url..." /> Entrevista com Dr. Alexandre Perez
  • VTEM Image Show

    A maior caridade que podemos fazer pela Doutrina Espírita é a sua divulgação
  • VTEM Image Show

    Bem vindo ao maravilhoso mundo do livro espírita
  • VTEM Image Show

    A maior caridade que podemos fazer pela Doutrina Espírita é a sua divulgação - Emmanuel
  • VTEM Image Show

    O Livro dos Espíritos é a pedra basilar do Espiritismo
  • VTEM Image Show

    O livro espírita emancipa a alma nos fundamentos da vida
  • VTEM Image Show

    "Quem se ilumina, recebe a responsabilidade de preservar a luz." (André Luiz)

Entrevista com Dr. Alexandre Perez

 “Somente educando-nos enquanto procuramos respostas para a Vida poderemos retribuir a Deus esta santa oportunidade de emancipar nossos espíritos para a maioridade da perfeição relativa.”

Dr. Alexandre Eduardo Wilches Ugolini Ferrazoli Perez, autor do livro Desafios da Sexualidade, que fará parte do Clube do Livro Espírita Emmanuel no mês de novembro, é natural de Ourinhos e reside atualmente em Marília, interior de São Paulo, com sua esposa Daisy e seu filho Alexandre, de 10 anos.

É formado em medicina desde 1996 com atuação em clínica geral e homeopatia.

Dr. Alexandre é espírita há 27 anos e atualmente participa da coordenação dos serviços de psicofluidoterapia, educação mediúnica e educação permanente e continuada da Comunidade Espírita Eurípedes Barsanulfo, além de fazer parte do Conselho Fiscal da Entidade.

Acompanhe conosco a entrevista do Dr. Alexandre Perez, concedida ao site do Instituto Beneficente Chico Xavier da cidade de Itu.    

1- O que é psicofluidoterapia?
É a junção da psicoterapia e da fluidoterapia espíritas, somadas numa abordagem mais completa dos problemas humanos. Reúne os últimos avanços em todas as ciências de seu interesse, ampliados pelo paradigma espírita, o qual reforça e comprova. É uma especialidade muito abrangente da chamada medicina espiritual, e por vezes são consideradas sinônimos. São de seu interesse os campos da física, química, biologia, e as ciências da saúde, mais especificamente nos campos da teoria corpuscular, da teoria dos campos, interações entre matéria e energia, forças, química inorgânica e orgânica, biologia molecular e evolucionista, fisiologia, anatomia, embriogênese, psicologia, medicina, e muitas outras linhas de conhecimento que lhe são necessárias.

 

2- Em quais casos é indicado a psicofluidoterapia?
A psicofluidoterapia espírita pode ser aplicada em todos os casos onde problemas relacionados à dor, ao sofrimento, à ignorância, aos vícios, etc, possam estar provocando síndromes de desajuste ou desconforto, em qualquer parte de nossa estrutura psíquico-fluídico-física. Seu objetivo, nestes casos, é não somente diagnosticar sindromicamente ou patologicamente, mas principalmente informar o paciente de seu estado, de sua participação no processo de origem do sofrimento e emancipar seu espírito a fim de que possa por si mesmo alcançar a “cura” em meio ao seu processo educativo. Portanto, além de lenitivo e socorro, a psicofluidoterapia é essencialmente um instrumento educacional do espírito, muito além do simples “curar”.

3- Como surgiu a ideia de escrever “Desafios da Sexualidade”?
Em nossa prática de atendimento fraterno e psicofluidoterápico, houve momentos em que muitas orientações giravam em torno do exercício da sexualidade e suas consequências. A fim de instruir coletivamente o meio espírita de nossa região, organizamos alguns seminários intitulados “Desafios da Sexualidade”, que obtiveram muita adesão dos confrades espíritas. Por sugestão de nosso amigo e confrade Donizete Pinheiro, resolvemos ampliar os conceitos estudados e organizá-los em forma de obra literária.

4- Em seu livro Desafios da Sexualidade o senhor usa muito a palavra libido. Pode nos definir o que é libido?
Libido, segundo nossas concepções, é um termo muito mais amplo do que usualmente se concebe. Para ser mais objetivo, direi que a libido é um impulso muito forte, ocasionado pela influência do conjunto das Leis Divinas que regem a conservação, o aperfeiçoamento e a evolução do Princípio Inteligente e do Espírito. Ela se manifesta de diversas formas nos diferentes reinos e estados da Criação Divina. Em muitos seres da Terra ela se reveste da sexualidade para alcançar seus objetivos, embora ela mesma não seja apenas a sexualidade.

5- O que quer dizer Sublimação da libido?
Sublimar a Libido é permitir que todas as nuances de sua influência apareçam em nossas vidas, com todos os desdobramentos possíveis. Assim, por exemplo, a necessidade de conservação da espécie que leva ao relacionamento sexual, que leva à prole, que leva aos cuidados com o próximo, que leva ao combate do próprio egoísmo, que leva às regras sociais, que leva à cidadania, que leva à uma sociedade moralizada, etc, etc, assim por diante, com inúmeros outros desdobramentos.

6- O que é distonia transitória de polaridades sexuais e o que ocorre quando os espíritos não reencarnam com esta distonia?
A Distonia Transitória de Polaridades Sexuais é tão somente a reencarnação temporária de um espírito cujo psiquismo está sexualmente polarizado de um modo (por exemplo, masculino), em um corpo cuja genética está  polarizada de outro modo (por exemplo, feminino). Naturalmente, quando os espíritos reencarnam sem esta distonia de polaridades, acabam por se adaptar muito bem ao seu corpo físico. Mas, do contrário, sentirão e manifestarão diversos sintomas e sinais de que esta distonia está presente. A homossexualidade ou a homoafetividade são somente parte destes sinais e sintomas.

7- A sexualidade ainda é um tema polêmico nos dias atuais. O senhor encontrou algum preconceito após publicar o livro?
Acho que ainda é cedo para dizer que não, muito embora, até o presente momento não tenhamos   encontrado nenhum obstáculo neste sentido, muito pelo contrário, já que nossos objetivos foram o acolhimento e a inclusão de todo conflito e sofrimento nesta área. Tenho a certeza de que opiniões divergentes surgirão, é claro. Mas, da mesma forma que procuramos respeitar todas as opiniões, esperamos o devido respeito à nossa própria.

8- Por que a sexualidade ainda é tabu nos dias atuais?
Penso que a ignorância deva ser o principal motivo, que nos faz adotar valores muito egocentrados e heterogêneos. Com isso tendemos a julgar e rotular comportamentos de maneira muito liberal ou muito conservadora, sem outros meios para analisá-los que não nosso próprio ponto de vista. Neste quesito, a Doutrina Espírita é ímpar, oferecendo um parâmetro muito amplo e moralmente amadurecido.

9- Por que as pessoas tem tanta dificuldade em lidar com a própria sexualidade?
Provavelmente porque ainda a consideram como manifestação da “baixeza” dos instintos humanos. Valores estes herdados de séculos de preconceitos e punições de variados matizes. Atualmente a Doutrina Espírita nos dá condições de avaliar a libido e o exercício da sexualidade como parte integrante das propostas evolutivas das Leis Divinas. As noções de sublimação da libido já estão muito mais amadurecidas e envolvem propostas muito mais emancipadas do que simplesmente deixar de exercer sua sexualidade ou “desviá-la” para outras práticas. Estamos aprendendo a considerar a sexualidade e a libido como instrumentos de alegria e felicidade dentro da proposta cristã do desenvolvimento espiritual, o que abre acesso a novo entendimento e elimina a ignorância e o medo a respeito do tema.

10-  Qual é a participação dos pais na educação sexual dos filhos?
Essencial. Existe uma ética, ou “etiqueta” para a educação sexual dos filhos, que, na verdade, ajuda muito na educação dos próprios pais. Uma das noções mais importantes é aquela que nos lembra de que “para educar, é preciso educar-se”, pois ninguém dá o que não possui. Quando os pais descobrem o exercício espiritualmente ampliado da libido e o seu verdadeiro papel frente às Leis Divinas, podem fornecer direcionamentos nunca antes experimentados pelos jovens, ajudando-os a escolher melhor e a vivenciar melhor suas experiências.

11- Como deve ser o relacionamento entre pais e filhos no tocante a sexualidade?
O mais honesto possível. Pais tendem a pensar que seus filhos não terão acesso às informações que tentam esconder. Ledo engano. Não só terão acesso, como também as encontrarão possivelmente distorcidas, pelos valores, nem sempre equilibrados, de quem as fornece. Cometemos o erro de acreditar que ainda são incapazes de agir e pensar efetivamente neste campo, por isso atrasamos as informações que seriam mais essenciais. Sem informação adequada, suficiente e qualificada nossos filhos agirão empiricamente, enfrentando consequências nem sempre benéficas.

12- Quais os perigos da promiscuidade e onde ela se inicia?
Os perigos mais comuns são os vínculos que ela ocasiona com personalidades que nos influenciam dos dois planos da vida, e a alteração sofismática dos valores éticos mais sadios, na propaganda enganosa de que o direito às sensações deve ser ilimitado. A promiscuidade pode ser iniciada muito precocemente, desde que nossos filhos passem pela puberdade, e sofram a estimulação física aumentada pela influência hormonal. No entanto, aceitar os limites de uma vivência sexual sadia pode ser muito difícil para quem é exposto a estímulos contrários diariamente. Recomendamos conscientizar nossos filhos não somente do que pode acontecer se agirem de forma errada, mas, principalmente do que podem ganhar agindo corretamente, e do que podem deixar de ganhar se escolherem os caminhos equivocados, e que estejam conscientes de tudo o que conseguirão agindo de maneira promíscua: o que querem e o que não querem, mas que virá junto no “pacote”.

13- O tema homossexualidade tem causado muitas polêmicas na sociedade. Qual a definição correta de homossexualidade?
É o relacionamento de caráter sexual entre indivíduos do mesmo sexo. A homoafetividade é um conceito mais amplo, que engloba o afeto e o vínculo verdadeiros, esperados entre casais estáveis, por exemplo. Não pode ser confundida com o afeto geral entre indivíduos do mesmo sexo, como entre amigos, pais e filhos, etc, porque este não possui caráter vinculativo íntimo ou exclusivo como em um relacionamento fechado. As definições ainda variam bastante, pois estes assuntos estão constantemente sendo discutidos e compreendidos.

14- Por que tanto preconceito com a sexualidade alheia?
Por medo de que os hábitos alheios possam influenciar hábitos já estabelecidos ou modificar realidades de entes queridos. E por aí afora... Mas, se a sexualidade for sempre esclarecida e embasada em alicerces honestos e amadurecidos, dificilmente teremos motivos para estes temores.

15- Quais seus projetos literários para o futuro?
Não ambiciono uma grande produção literária, mas sim, algo que realmente possa contribuir para o entendimento coletivo e para o estabelecimento da Doutrina Espírita. Atualmente estou trabalhando na compilação e pesquisa de métodos atualizados para a educação e desenvolvimento mediúnico, já que grandes mudanças aconteceram nas especialidades mediúnicas, nas finalidades da mediunidade, nas capacidades dos médiuns, nas noções de mediunato e serviço mediúnico. Grandes progressos apareceram no campo do conhecimento sobre a estrutura psíquica humana que podem contribuir muito para o entendimento dos vínculos mediúnicos, dos processos anímicos necessários e desnecessários, que muito influirão na qualidade do produto mediúnico no porvir. Acho que atualmente estamos carentes de noções menos empíricas e mais alicerçadas em pesquisa real, em evidências, em fatos melhor estudados. Mas meu campo preferido é sempre a medicina espiritual, que pesquiso há cerca de 25 anos. Centenas de dados foram colhidos ao longo destes anos, e seria necessário um trabalho gigantesco para transformá-los em obra literária. Veremos se meu período reencarnatório permitirá...

16- O senhor também atua como palestrante em outras cidades? Como as Casas Espíritas devem fazer para contactá-lo?
Sim, tenho participado de vários encontros, palestras, simpósios e seminários, dando preferência para a região de Marília, por questões de logística. Meu e-mail é O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

17 – Agradecemos sua disponibilidade em nos atender e pedimos que deixe uma mensagem para os leitores de nosso site.
Querido companheiro da Terra, quanto somos felizes por poder compartilhar do conhecimento trazido à luz pela Doutrina dos Espíritos! Saibamos tratá-la com respeito e amor, como quem possui nela o sustentáculo de sua vida, mesmo que entre dúvidas e inconstâncias, pois ela representa nosso porto seguro no mundo. O questionamento sadio por todos os escaninhos de suas páginas e mensagens é nosso dever e prazer. Não poderemos ficar na posição de quem somente recebe, esperando ser abençoados pela consciência tranquila! Somente educando-nos enquanto procuramos respostas para a Vida poderemos retribuir a Deus esta santa oportunidade de emancipar nossos espíritos para a maioridade da perfeição relativa. Alegria, pois! Que somos daqueles que já não respiram mais o vapor causticante da desesperança.

Alexandre Perez. 

Por: Rita Ramos Cordeiro

Livro de Setembro 2017

Um Fantasma em Londres

Autor(a): Médium: Sarah Kilimanjaro / Ditado por: Vinícius

Editora: PETIT

Richard William Stuart foi um lorde na Inglaterra do século 18. Fidalgo de temperamento difícil, caiu numa armadilha e foi assassinado cruelmente. No plano espiritual, resolveu se vingar de seus traidores, assustando e provocando sofrimento nas pessoas. 

Funcionamento

Para os associados do Clube do Livro são oferecidos 4 Planos de Assinatura.

O associado tem a opção de escolher se quer receber um ou dois livros por mês.

E além disso o pagamento de suas assinaturas pode ser feito através de depósito em conta-corrente ou com cartão de crédito pelo pagseguro.

Saiba mais acessando o link de FIQUE SÓCIO.

  

Promoções


Fique sócio do Clube do Livro Espírita e receba todo mês um livro espírita em sua casa.


Entre em contato conosco.